Direktlink:
Inhalt; Accesskey (pt): 2 Hauptnavigation; Accesskey (pt): 3 Servicenavigation; Accesskey (pt): 4
Cidades e estádios
Cidades e estádios

Arena AufSchalkeFoto: Picture-Alliance / dpa

Gelsenkirchen


Gelsenkirchen é regida pelo futebol. Poucas cidades tem uma ligação tão estreita com sua equipe de futebol como Gelsenkirchen e o FC Schalke 04. Devido à sua tradição e às suas grandes vitórias, a equipe ganhou fama internacional e com ela a cidade. Desde agosto de 2001 cidade e equipe tem um estádio à altura: Arena AufSchalke.

Natureza e cultura pré-industrial

Já em 1150 a cidade de Gelsenkirchen é citada em um documento oficial. Ainda hoje alguns monumentos lembram a história da cidade antes da industrialização. O mais antigo encontra-se em meio a uma área de proteção ambiental com carvalhos de 300 anos de idade. A primeira menção do Castelo de Lüttinghoff data do ano 1308. Uma construção principal, outra anteposta e um jardim constituem um conjunto arquitetônico importante, circundado por fossos.

A construção principal permaneceu conservada em sua função puramente de defesa militar. A construção anteposta foi substituída por várias edificações, que correspondem a recintos de habitação e trabalho do século 18. Em 1994 o castelo foi agraciado com o prêmio para construções modelo na Renânia do Norte - Vestafália.

Em meio a um jardim público encontra-se uma construção datada do fim do barroco início do classicismo: Schloss Berge. Este castelo foi construído em 1264 por Gerlach von Strünkede e transformado em um solar representativo no ano de 1700. Nos anos de 1785 a 1788 o castelo foi ampliado e ganhou sua aparência atual. Três jardins em diferentes estilos, barroco, campestre e paisagístico, convidam a passeios. Junto com o lago Berger See eles formam um conjunto harmônico para passar horas de lazer numa paisagem caracterizada pela industrialização.

Além disso, Schloss Horst é considerado um monumento único da renascença no noroeste da Alemanha. A família nobre do Rütger von der Horst mandou construir este castelo entre 1555 e 1773. Hoje em dia o castelo abriga um museu cujo tema central é a renascença. Na sala dos vidros, na sala de armas e na sala da lareira são realizados concertos.

Torres de extração, minas e aciarias

Contudo, até o século 18 a região, com 6.000 habitantes, era parcamente povoada e eminentemente agrícola. O descobrimento do carvão em 1840 e a construção da estação ferroviária alteraram os destinos da cidade. Num piscar de olhos Gelsenkirchen passou a ser um centro da indústria pesada. Com quase 400.000 habitantes Gelsenkirchen ganhou dimensões de uma grande cidade indústrial e recebeu o apelido "cidade dos mil fogos".

Nos anos cinquenta a importação de carvão barato jogou a cidade de Gelsenkirchen numa profunda crise estrutural. A indústria do carvão e do aço demitiu muitos de seus trabalhadores e a região foi obrigada a buscar novos caminhos. A concentração unilateral no carvão e no aço foi abandonada em prol de novas indústrias da área tecnológica e o setor de prestação de serviços foi expandido.

Uma cidade em tranformação

Um símbolo bem visível desta transformação estrutural é o parque científico Rheinelbe, que oferece excelentes capacidades de comunicação e de trabalho para empresas inovadoras. O parque científico, construído na área de uma antiga aciaria, é um centro de desenvolvimento para tecnologias dos setores energético, ecológico, de informação e de comunicação, onde também são realizados eventos e exposições diversos.

Ponte em GelsenkirchenFoto: Picture-Alliance / Okapia
No ano de 1996 foi inaugurada uma das maiores usinas de geração de energia solar do mundo, instalada no telhado de uma construção no parque científico. Além disso, a Shell Solar Deutschland GmbH construiu em Gelsenkirchen um centro de informação sobre energia fotovoltáica. Esta fábrica solar de 83 metros de comprimento, 47 metros de largura e 12 metros de altura tem instaladas em seu telhado células solares que geram 120 quilowatt.

Os azul reais

Nos últimos anos o "coração" de Gelsenkirchen, o tradicional clube FC Schalke 04, também passou a ser um importante empregador da região. Desde 2001 o novo estádio Arena AufSchalke já é quase um símbolo da cidade de Gelsenkirchen, além de representar de modo indiscutível a ascensão do FC Schlake 04. O estádio tem lugar para 61.524 espectadores que sempre garantem uma atmosfera de festa nos jogos do campeonato alemão.

Há cem anos um grupos de jovens com idades em torno de 14 e 15 anos fundou o clube de futebol Westfalia Schalke, que em 1924 foi rebatizado em FC Schalke 04. Ernst Kuzorra e Fritz Szepan foram os inventores do famos estilo de jogo conhecido como "Schalker Kreisel" e conduziram o clube à ponta do futebol alemão. Entre 1933 e 1942 a equipe jogou a final nove vezes e conquistou seis campeonatos.

Em seguida o clube passou por uma longa fase em baixa e nos anos setenta chegou a jogar na segunda divisão. Porém, em 1997 o clube voltou a dar alegria aos fãs: a equipe, que devido à sua qualidade de luta passou a ser conhecida como "Eurofighter", ganhou a Copa UEFA num jogo emocionante, decidido por pênaltis. No mais tardar em 2006 o mundo voltará a estar presente no estádio do FC Schalke 04: quatro jogos da primeira fase e um jogo das quartas-de-final terão lugar no estádio Arena.

Informações adicionais


Site da cidade de Gelsenkirchen
Site do FC Schalke 04 e da cidade de Gelsenkirchen
Copa do Mundo 2006 em NRW
Vamos para a Alemanha: Gelsenkirchen, local de jogos

Fãs alemães com bandeiras da Alemanha