Direktlink:
Inhalt; Accesskey (pt): 2 Hauptnavigation; Accesskey (pt): 3 Servicenavigation; Accesskey (pt): 4
Cidades e estádios
Cidades e estádios

Westfalenstadion DortmundFoto: picture-alliance/dpa

Dortmund


Em Dortmund pulsa o coração da região do Ruhr. Carvão e aço estão intimamente ligados à cidade. Porém, a então região mineira transformou-se pouco a pouco num centro de tecnologia do futuro. Uma coisa, contudo, permanece inalterada: em Dortmund o futebol vem em primeiro lugar. Anualmente um milhão de torcedores vão ao Westfalenstadion para assistir aos jogos da sua equipe Borussia Dortmund.

A história da cidade de Dortmund remonta à pré-história. Descobertas arqueológicas na área do atual centro da cidade indicam que está localização já era densamente povoada no ano 1000 antes de Cristo. No ano de 1907 operários da construção civil fizeram uma descoberta sensacional: um tesouro enterrado por volta do ano 410, com 444 moedas de ouro romanas, 16 moedas de prata e um colar de ouro.

Ascensão da cidade imperial e hanseática

Numa lista de conventos, elaborada entre 880 e 884, encontra-se a primeira menção de uma povoação de nome “Throtmani”. Durante a dinastia dos Staufer, séculos 12 e 13, Dortmund obteve o status de cidade do Império. A cidade estendeu-se até os limites do que ainda hoje é o Wallring. Um símbolo da autonomia da cidade era o dito Turmsiegel, o grande selo da cidade.

Durante a Idade Média mercadores e artesãos criaram a base do desenvolvimento econômico da cidade de Dortmund, que passou a ser uma importante cidade livre e hanseática. Comercializava-se lã, tecidos, vinhos, produtos de ferro e aço com a Inglaterra e Flandres. Porém, a Guerra dos Trinta Anos destruiu a cidade: Dortmund, que era uma cidade luterana com autoridades imperiais, era considerada inimiga por todas as partes envolvidas nesta guerra e foi ocupada diversas vezes. A outrora cidade imperial e hanseática caiu ao nível de uma pequena cidade agrícola.

Da agricultura à industrialização

Foram necessários duzentos anos para que a cidade se recuperasse dos estragos causados pela Guerra dos Trinta Anos. No início do século 19 a industrialização atraiu fabricantes de outras regiões. Em 1837 teve início em Dortmund a exploração subterrânea de minas: novas tecnologias possibilitaram atravessar uma camada de marga de cem metros de espessura, afim de transportar o carvão para cima. Dortmund transformou-se no centro do desenvolvimento industrial da região da Vestafália e do Ruhr. Alto-fornos, torres de extração, imensos depósitos de carvão e chaminés de fábricas determinavam a silhueta da cidade.

Na segunda metade do século 20 o carvão importado a baixo preço e o petróleo barato alteraram as estruturas do mercado energético. Minas foram fechadas e ocorreram demissões em massa. Dortmund reagiu a esta crise com uma alteração dinâmica das estruturas existentes. Hoje em dia empresas voltadas para o futuro, das áreas de logística, mídia, software e telecomunicações, tem suas sedes em Dortmund.

Além disso, a cidade abriga 30 institutos de pesquisa e um centro tecnológico próximo à universidade, onde cientistas desenvolvem e ensaiam inovações tecnológicas. As cinco escolas superiores de Dortmund tem 33.000 estudantes e 4.700 pessoas realizam pesquisas nas mais de 20 instituições de renome internacional.

Esporte, futebol e o BVB

Nos últimos anos, Dortmund passou a ser conhecida internacionalmente também como cidade do desporto. A cidade é sede do centro olímpico e desportivo, o Olympiastützpunkt, da região da Vestafália, que apoia atletas de ponta através de diagnóstico de rendimento, ciência do treinamento e aconselhamento alimentar. Mas o esporte de massa também tem seu espaço: aproximadamente 140.000 pessoas praticam um esporte em 600 associações desportivas, só as equipes de futebol já tem 40.000 jogadoras e jogadores.

DortmundFoto: Picture-Alliance / Helga Lage
O principal responsável por esta paixão pelo futebol é um clube de futebol com muita tradição: o Borussia Dortmund. Esta associação desportiva mais famosa da cidade foi fundada em 1909. As primeiras grandes vitórias ocorreram am 1956, 1957 e 1963 com a conquista do Campeonato Alemão. A fama internacional veio em 1966. O BVB foi a primeira equipe alemã a ganhar a Copa da Europa.

Nos anos 90 a história quase se repete: o BVB não apenas conquistou dois campeonatos em série, ele voltou a escrever seu nome na história do futebol alemão: na final contra o campeão italiano Juventus Turin a equipe ganhou de 3:1 e comemorou a primeira vitória alemã na Copa dos Campeões UEFA - Champions League. Hoje em dia o Westfalenstadion tem espaço para 83.000 espectadores e é o maior estádio da Alemanha: um endereço a altura dos jogos da Copa do Mundo.

Informações adicionais


Site da cidade de Dortmund
Site Dortmund na Copa do Mundo
Destino de viagem Dortmund
Copa do Mundo 2006 em NRW
Vamos para a Alemanha: Dortmund, local de jogos

Fãs alemães com bandeiras da Alemanha